QUEM SOMOS

Bem vindo

A ONG PALMEIRINHA era um dos programas da UICN na Guiné-Bissau, criado em 1992, depois da Cimeira Mundial do Ambiente, que teve lugar no Brasil -Rio 92. A organização tinha como objectivo principal sensibilizar os alunos de idade compreendida entre os 10 e os 14 anos sobre o seu meio ambiente imediato;
Aumentar-lhes conhecimentos sobre o seu meio ambiente e incitá-los a transmitir esses conhecimentos aos adultos através das informações concretas e fiáveis do boletim Palmeirinha. Com a retirada progressiva dos financiadores principais da UICN, nomeadamente a DDC em Dezembro de 2003, deu-se uma profunda reestruturação desses programas na Guiné Bissau. Assim, os técnicos do Programa da Educação e Comunicação Ambiental “PALMEIRINHA“ com uma larga experiência adquirida ao longo dos 12 anos de projecto em matéria da educação e comunicação ambiental tanto ao nível nacional como internacional, decidiram transformar o Programa numa ONG denominada: Grupo de Apoio à Educação e Comunicação Ambiental – GAECA PALMEIRINHA em 22 de Janeiro de 2004. Esta organização tem como objectivo principal prosseguir as acções de educação e comunicação ambiental nas Áreas Protegidas e no seio da sociedade guineense, com vista a uma gestão e utilização durável dos recursos naturais e da biodiversidade da zona costeira da Guiné-Bissau.




A visão da ONG Palmeirinha se baseia numa política do ambiente virada para a conservação e utilização racional dos recursos naturais na qual o cidadão é chamado a participar pelo que a sua acção tende a ser assumida e equivaler-se às do Estado.


A missão da ONG Palmeirinha é de informar, educar e comunicar a sociedade guineense, os decisores, sector privado para que utilizem de forma durável os recursos naturais e a biodiversidade, assegurando mudança de atitudes e comportamentos que atentem contra o ambiente nas Áreas Protegidas (AP) e na sua generalidade e contribuir para a valorização dos recursos naturais conservando o património natural e cultural para as gerações presentes e futuras.


Valores- a defesa do ambiente e a participação do cidadão na conservação dos recursos naturais são valores que a ONG Palmeirinha coloca no centro das prioridades da sua actuação e no sentido de se assegurar um desenvolvimento sustentável. Esses valores tornam-se ainda mais relevantes do ponto de vista ambiental devido à elevada e redobrada importância mundial que muitos ecossistemas concentrados nas áreas protegidas da Guiné-Bissau têm para a manutenção do equilíbrio ecológico entre as várias espécies animais e vegetais, cuja sobrevivência é salvaguardada. Por isso ao se dedicar a essa actividade de educação ambiental de tamanha nobreza, a ONG Palmeirinha deverá também priorizar as espécies que ocorrem na Guiné-Bissau consideradas globalmente ameaçadas e também deverá contribuir na mudança de mentalidade para que haja menos atitudes agressivas ao ambiente e a bem da Humanidade.